INE

Exportações e importações sobem 17,1% e 15,3% no 1.º trimestre

Exportações e importações sobem 17,1% e 15,3% no 1.º trimestre

As exportações e as importações aumentaram 17,1% e 15,3%, respetivamente, no primeiro trimestre deste ano, face a igual período do ano passado, tendo o défice comercial diminuído em março 241 milhões de euros.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), considerando apenas o mês de março, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais positivas de, respetivamente, 23,9% e 14,6% (depois das subidas de 8,5% e 9,5% registadas em fevereiro de 2017).

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações cresceram 21,1% e as importações aumentaram 14,6% em março (respetivamente 5% e 4,6% em fevereiro), com a aceleração das exportações e das importações a refletir em parte efeitos de calendário.

O défice da balança comercial de bens situou-se em 821 milhões de euros em março de 2017, o que representa uma diminuição de 241 milhões de euros face ao mês homólogo de 2016.

Segundo o INE, excluindo os combustíveis e lubrificantes, a balança comercial atingiu um saldo negativo de 602 milhões de euros, correspondentes a uma redução de 154 milhões de euros em relação ao mesmo mês de 2016.

Tendo em conta os principais países de destino em 2016, o INE destaca, em março, os crescimentos das exportações para Espanha, Estados Unidos, França e Alemanha (correspondentes a 16,3%, 64,7%, 19,0% e 22,3%, pela mesma ordem).

PUB

Nas importações, por sua vez, e no âmbito dos maiores países fornecedores em 2016, todos os países registaram aumentos, destacando-se sobretudo os acréscimos registados nas importações de Espanha (13,9%), Alemanha (22%) e Rússia (252,9%), justificado pela importação de Óleos brutos de petróleo e Fuelóleo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG