Covid-19

Fábrica da Bosch em Braga põe 3800 funcionários a trabalhar menos um dia por semana

Fábrica da Bosch em Braga põe 3800 funcionários a trabalhar menos um dia por semana

A fábrica da multinacional alemã Bosch em Braga vai colocar, durante um mês, os 3800 trabalhadores em horário parcial, de 82 por cento, recorrendo ao regime de lay-off, disse esta quarta-feira ao JN fonte oficial da empresa.

A fonte adiantou que o novo horário, que na prática corresponde a um dia a menos de trabalho por semana, entra em vigor na segunda-feira, prolongando-se pelo mês de maio.

Na comunicação aos trabalhadores, a empresa justifica a medida com o facto de ter havido uma quebra de 50 por cento nas encomendas e de 78 por cento na faturação mensal: "Estamos a fazer tudo para salvar o emprego", disse, ainda, aquela fonte.

Ao JN, Maria Rosa Costa, porta-voz da comissão de trabalhadores, afirmou que o regime de um dia a menos de trabalho semanal "não é bom para os trabalhadores" e criticou o facto de a Bosch ter dispensado desde janeiro cerca de 250 trabalhadores, com contrato a prazo ou em regime de trabalho temporário.

A este propósito, a mesma fonte da multinacional disse que as dispensas se justificam por um lado com a quebra de encomendas e, por outro, com o facto de, por vezes, ser preciso recorrer a mão-de-obra temporária, para fazer face a um excesso de encomendas, o que sucedeu no final de 2019.

A Bosch é o maior empregador do concelho de Braga e um dos maiores exportadores de produtos com alto valor acrescentado do país.

Outras Notícias