Lançamento

Famel XF está de volta em modo elétrico

Famel XF está de volta em modo elétrico

A famosa Famel XF-17 está de volta ao mercado nacional, desta vez em versões ambientalmente corretas, ou seja, movidas a eletricidade e com nova denominação: E-XF. Dois modelos (Café Racer, para apenas um ocupante, e Clássica) e duas versões, correspondendo a cilindradas de 50 e 125 cc vão ser apresentados na Expomoto, que decorrerá entre esta quinta-feira e domingo, na Exponor, em Matosinhos, chegando ao mercado em 2023.

A Famel XF-17 foi lançada em 1975 e tornou-se um objeto de culto nas décadas seguintes, numa história interrompida em 2002 e relançada em 2017, num "processo longo, porque queríamos garantir não só a qualidade do produto final, mas também a fidelidade ao modelo que encantou os fãs da marca durante décadas. Estamos muito satisfeitos com o resultado", afirmou Joel Sousa, (re)fundador da Famel.

A nova E-XF, que tem preços estimados entre os 4 499 e os 5 899 euros, tem autonomias estimadas de 70 quilómetros na sua versão 50 cc (podendo ir aos 120 com uma segunda bateria) e de 120 quilómetros na de 125 cc.

Ambos os modelos, na sua versão 125, têm também a versão exclusiva e limitada Embaixador, numerada de 1 a 300, com detalhes de design únicos e que serão as primeiras a ser entregues no primeiro trimestre de 2023.

Esta versão tem um valor de pré-encomenda de 600 euros, sendo que, as reservas realizadas na Expomoto terão um desconto de 10% no valor total da mota, com a reserva feita numa landing page própria disponibilizada no evento.

Segundo a marca, a FAMEL E-XF "custa menos de um euro a carregar e a carga total, dos 0% aos 100%, demora, em média, cinco horas", sendo que todos os modelos atingem até 100km/h.

A principal diferença entre a Café Racer e a Clássica é a posição de condução e o número de ocupantes.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG