Exclusivo

Famosos e investidores de Wall Street acreditam nas criptomoedas

Famosos e investidores de Wall Street acreditam nas criptomoedas

"Vírus" do digital contagiou várias personalidades vistas como credíveis.

No dia 16 de novembro, a atriz Maisie Williams, que desempenhou o papel de Arya Stark na série "A guerra dos tronos", perguntou na rede social Twitter se devia investir em bitcoins. Teve milhares de respostas. Mais de metade dos que responderam, aconselharam a atriz a investir. "Obrigada pelo conselho. Comprei mesmo assim", tuitou a atriz, no dia seguinte. Entre os que tinham respondido à pergunta da atriz está Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX - e um habitual comentador no Twitter. "Atire uma bitcoin ao seu "Witcher" (bruxo)", respondeu Musk, fazendo alusão à música da série "The witcher", da Netflix, com um enredo similar ao de "A guerra dos tronos". Musk anunciou em maio que tinha investido em bitcoins, embora com uma posição de apenas 0,25 bitcoins. O anúncio de Musk foi feito num comentário a um tuíte da autora da saga Harry Potter, J.K. Rowling, sobre bitcoins. Musk adiantou, na altura, que "a emissão massiva de moeda pelos bancos centrais" está a fazer "o dinheiro-fantasma bitcoin parecer sólido em comparação". Também a corretora Gemini, dos irmãos Winklevoss (os alegados criadores do Facebook que entraram em disputa judicial com o dono atual da rede social, Mark Zuckerberg), respondeu à atriz de "A guerra dos tronos": "O inverno cripto não está a chegar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG