Economia

Ferroviários concentram-se contra perda de direitos

Ferroviários concentram-se contra perda de direitos

Os ferroviários vão, esta quinta-feira, concentrar-se, de norte a sul do país, numa ação de luta contra a perda de direitos e a destruição da componente social dos caminhos-de-ferro, disse à Lusa o coordenador da Fectrans.

Em declarações à Lusa, o coordenador da Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans), José Manuel Oliveira, explicou que o dia de resistência e de luto da família ferroviária prevê a sensibilização dos utentes da CP - Comboios de Portugal e um protesto em seis estações de comboios.

"De manhã, está previsto o contacto com os utentes para denunciar os resultados da empresa e para onde vai o dinheiro dos utentes", explicou.

A CP fechou 2012 com um prejuízo de 222,5 milhões de euros, uma melhoria de 23% em relação ao ano anterior, o que é atribuído ao melhor desempenho operacional da empresa e das suas participadas.

Pelas 17 horas, inicia-se o protesto nas estações de Porto - Campanhã, Coimbra B, Entroncamento, Lisboa (Administração), Barreiro e Faro.

"O objetivo é contestar um conjunto de medidas que estão a ser tomadas que visam atingir os direitos dos trabalhadores e estão a destruir a componente social dos caminhos-de-ferro", declarou o porta-voz dos trabalhadores da CP.

Outras Notícias