Economia

Função Pública e pensionistas vão pagar mais IRS em maio

Função Pública e pensionistas vão pagar mais IRS em maio

A devolução dos subsídios de férias irá aumentar o IRS que funcionários públicos e pensionistas pagam todos os meses. Mas a nova retenção só deverá começar a ser aplicada a partir de maio.

Os funcionários públicos, que agora pagam IRS com base numa tabela própria, terão de "migrar" para a que vigora no setor privado. E esta mudança vai aumentar o seu desconto mensal. Um salário de 950 euros, que atualmente paga de IRS 95 euros, irá passar a suportar 110 euros. Os pensionistas também serão chamados a descontar mais todos os meses, mas esta mudança já não terá tempo útil para visar os ordenados e pensões de abril, pelo que só começará a ter aplicação prática em maio. A suspensão do subsídio de férias da Função Pública, parcial para quem ganha entre 600 e 1100 euros mensais, e total acima deste valor, levou o Ministério das Finanças a desenhar tabelas de retenção na fonte do IRS baseadas em 13 salários anuais e, por isso, distintas das do setor privado. Esta solução já tinha, de resto, sido adotada em 2012, ano em que o Governo cortou o 13.O e o 14.Oº mês.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa