22.11.2018

Fotogaleria

Imagens da tensão entre polícias e grevistas do porto de Setúbal

Imagens da tensão entre polícias e grevistas do porto de Setúbal

A PSP retirou os trabalhadores precários que estavam a bloquear a entrada no Porto de Setúbal, de forma a permitir a passagem de um autocarro com trabalhadores que vão fazer o carregamento de um navio com veículos da Autoeuropa.

Os trabalhadores precários do Porto de Setúbal estão parados desde o dia 05 de novembro para exigirem um contrato coletivo de trabalho.

A empresa Operestiva propôs, entretanto, a integração de 30 trabalhadores, mas só dois assinaram - a grande maioria dos estivadores eventuais exige um contrato coletivo.

Esta quinta-feira um forte contingente policial foi mobilizado para o local, com vista ao carregamento de um navio com veículos da Autoeuropa para o porto de Emden, na Alemanha. Centenas de veículos estão parados no Porto de Setúbal devido à greve. Para fazer o carregamento foram contratados trabalhadores, que chegaram num autocarro, inicialmente impedido de entrar perante o bloqueio dos grevistas.

Um a um, sem incidentes, os agentes da PSP retiraram os trabalhadores grevistas que estavam sentados no chão, permitindo a passagem do autocarro.

PSP retirou precários que impediam entrada de trabalhadores em Setúbal

Estivadores do Porto de Setúbal contratados ao dia desde 1993

Protesto portuário ameaça fazer parar a Autoeuropa