Grécia

Governo da Grécia perde quatro ministros em apenas dois dias

Governo da Grécia perde quatro ministros em apenas dois dias

Três ministros do partido de extrema-direita Laos demitiram-se, esta sexta-feira, do Governo da Grécia devido às novas medidas de austeridade, fazendo subir para quatro o número de elementos a abandonar o Executivo em dois dias.

Três dos quatro ministros do Laos, que se opõe às novas medidas de austeridade exigidas pelos credores da Grécia, apresentaram a demissão ao primeiro-ministro, Lucas Papademos, indicou a agência noticiosa grega ANA.

As demissões ocorreram cerca de duas horas depois de o líder do partido, Georges Karatzaferis, ter indicado que não ia votar o novo plano de rigor a aplicar em troca de um empréstimo internacional de 130 mil milhões de euros.

Qualquer ministro que se oponha às medidas "será substituído", tinha advertido antes uma fonte governamental.

Entre os demissionários está o vice-ministro da Agricultura grego, Asterios Roundoulis.

Na quinta-feira, o vice-ministro do Trabalho grego, Yiannis Koutsoukos, da maioria socialista, apresentou a demissão em protesto contra as novas medidas de austeridade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG