Economia

Governo diz que saíram 17 a 20 mil funcionários públicos em 2011

Governo diz que saíram 17 a 20 mil funcionários públicos em 2011

O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, disse esta quarta-feira que 17 mil a 20 mil pessoas deixaram a Função Pública durante o ano de 2011, o que corresponde a uma redução de 3,2% nos trabalhadores do Estado.

A 31 de dezembro o número de funcionários públicos era de 512424, adiantou o secretário de Estado, ressalvando que estes são números provisórios.

Hélder Rosalino está a ser ouvido na Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública, que decorre na Assembleia da República.

O governante disse ainda que o número de cargos dirigentes diminuiu 27% em 2011. Os dirigentes superiores passaram de 715 para 440, menos 38%, e os intermédios de 5571 para 4136, uma redução de cerca de 26%.

Segundo Hélder Rosalino, ao nível dos dirigentes intermédios a poupança "ultrapassa os 50 milhões de euros".

A redução de efectivos realizou-se no âmbito do programa de redução da administração central (PREMAC).

O secretário de Estado adiantou ainda que o número de institutos públicos passou de 74 para 56.

Corrigida data de saída dos funcionários

Outras Notícias