REFER

Greve afeta comboios da Ponte 25 de Abril

Greve afeta comboios da Ponte 25 de Abril

Os comboios da Fertagus, operadora privada que opera entre Lisboa e a Margem Sul, estão a sofrer supressões na manhã desta quinta feira, devido à greve da Refer.

A supressão de comboios na Fertagus é quase uma novidade para os utentes daquela linha, uma vez que, sendo a operadora deste eixo privada, não é afetada pelas tradicionais greves da CP.

Só que o facto de esta quinta-feira a greve ser promovida pelos trabalhadores da Refer, dona da infraestrutura e responsável pela manutenção de todas as linhas ferroviárias, faz com que a circulação seja também afetada desta vez.

Cerca das 8 da manhã, o JN falou, na estação de Sete Rios, em Lisboa, com passageiros que chegaram numa composição a abarrotar e detam conta das grandes dificuldades que tiveram para apanhar uma ligação.

"A confusão é muito maior nas estações da Margem Sul, estão cheias e é muito difícil entrar no combóio", explicou Ana Sousa, que viajou de Corroios para a capital.

Segundo os cálculos destes passageiros, estarão a passar dois comboios por hora quando o normal é que circulem com intervalos de 10 minutos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG