O Jogo ao Vivo

Média

Grupo Bel e Cofina Media notificam AdC sobre aquisição da Vasp

Grupo Bel e Cofina Media notificam AdC sobre aquisição da Vasp

O Grupo Bel e a Cofina Media notificaram a Autoridade da Concorrência (AdC) sobre a aquisição do controlo conjunto da Vasp - Distribuidora de Publicações.

De acordo com a informação disponível na página da AdC, a operação de concentração em causa consiste na alteração de controlo da Vasp - Distribuidora de Publicações, o qual passará a ser exercido conjuntamente pelo Grupo Bel, através das sociedades Páginas Civilizadas e Global Notícias - Media Group, e pelo Grupo Cofina, através da sociedade Cofina Media.

Em 15 de fevereiro, a Cofina comunicou a intenção de exercer o seu direito de preferência para comprar 16,7% da distribuidora Vasp à Impresa por 1,050 milhões de euros, ficando com 50%, com o remanescente dividido entre a Global Media e Páginas Civilizadas.

Em 04 de janeiro, a Impresa tinha anunciado a celebração de contratos-promessa com a Páginas Civilizadas, empresa do Grupo Bel, do empresário Marco Galinha, que é acionista da Global Media, para a venda das suas posições acionistas na Vasp Distribuidora de Publicações e na agência de notícias Lusa.

O contrato-promessa de compra e venda, celebrado em 31 de dezembro, previa a venda de 222.000 ações, cada uma com o valor nominal de 3,50 euros, representativas de 33,33% do capital social da Vasp - Distribuidora de Publicações, pelo preço de 2,1 milhões de euros.

A Cofina informou também em fevereiro que a sua participada Cofina Media "acordou adquirir, em 12 de fevereiro de 2021, 111.000 ações representativas de 16,67%" do capital da Vasp, "pelo valor global de 1.050.000,00 euros, no exercício parcial do direito de preferência que lhe cabia como já acionista" da distribuidora, com 33,33% do capital social, no âmbito da compra e venda acordada entre a Impresa e a Páginas Civilizadas.

"O exercício do direito de preferência pela Cofina Media foi consensualizado com a Páginas Civilizadas, a Impresa e a Global Media, SGPS, esta última atualmente detentora de 33,33% do capital social da Vasp", refere a empresa de Paulo Fernandes, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

PUB

"A concretizar-se tal aquisição, sujeita à não oposição da Autoridade da Concorrência, a Cofina Media passará a deter 50% do capital social da Vasp, sendo os remanescentes 50% do capital da sociedade detidos pela Global Media (33,33%) e pela Páginas Civilizadas (16,67%)", explicou a Cofina.

A Impresa anunciou também o fecho da venda da sua participação na Vasp - 33,33% - por 2,1 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG