Economia

Grupo de deputados do PSD desiste de declaração de voto sobre matéria fiscal

Grupo de deputados do PSD desiste de declaração de voto sobre matéria fiscal

Os 18 deputados do PSD que tinham assinado uma declaração de voto sobre a matéria fiscal do Orçamento do Estado para 2013 desistiram dessa iniciativa, em favor de um documento conjunto de toda a bancada social-democrata.

Esta decisão foi anunciada esta segunda-feira aos jornalistas pelo deputado e vice-presidente da bancada social-democrata Miguel Frasquilho, que era o primeiro subscritor dessa declaração de voto e que hoje tinha anunciado essa iniciativa em plenário.

Segundo Miguel Frasquilho, os 18 deputados do PSD que tinham assinado essa declaração de voto decidiram não a entregar por se reverem numa outra declaração de voto que foi entretanto elaborada e que compromete todo o grupo parlamentar social-democrata.

Miguel Frasquilho fez estas declarações na Assembleia da República a seguir a ter estado reunido com o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro.

Esta segunda-feira, depois de anunciar em plenário que um grupo de 18 deputados do PSD iria apresentar uma declaração de voto sobre a matéria fiscal da proposta de Orçamento do Estado para 2013, Miguel Frasquilho não quis revelar o conteúdo desse documento à comunicação social.

O antigo secretário de Estado do Tesouro e Finanças remeteu a sua apresentação para esta tarde, depois de terminadas as votações na especialidade da parte fiscal da proposta de Orçamento do Estado para 2013.

No entanto, o "Jornal de Negócios" divulgou uma versão dessa declaração de voto, na qual era manifestado um desacordo face à "pesada carga fiscal" do orçamento, que Miguel Frasquilho disse não corresponder à versão correta e final que seria apresentada.

A votação final global da proposta de Orçamento do Estado para 2013 está marcada para terça-feira.