Exclusivo

Hotéis perdem e agências ganham com falta de voos

Hotéis perdem e agências ganham com falta de voos

Os sucessivos cancelamentos de voos e o congestionamento que se tem registado no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, estão a afetar o setor do Turismo de forma díspar. Se as agências de viagens até estão a ganhar quota de mercado, os hoteleiros queixam-se dos prejuízos e pedem uma solução rápida.

Esta segunda-feira, perante mais um dia de caos no aeroporto de Lisboa, com milhares de pessoas em filas de espera, o presidente da Associação de Hotelaria de Portugal, Bernardo Trindade, avisou que "a solução para o aeroporto de Lisboa é, há muito, urgente". É "urgentíssima no curto prazo" pois "Portugal não se pode dar ao luxo de rejeitar clientes por falta de soluções de mobilidade", alerta.

O arrastar da solução para um novo aeroporto, aliado às dificuldades dos últimos dias, têm resultado na "perda de oportunidades" para os hotéis e alojamentos "devido à incapacidade de resposta". Bernardo Trindade considera ainda que a reversão da polémica decisão tomada na semana passada pelo ministro Pedro Nuno Santos para o novo aeroporto "é muito má para o país" pois é precisa "uma solução imediata".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG