Exclusivo

Hotelaria procura vender feriados em confinamento com spa e pequeno-almoço

Hotelaria procura vender feriados em confinamento com spa e pequeno-almoço

Mais de 80% das unidades estão fechadas no Algarve, 43% no país todo. Outros tentam faturar o pouco que seja.

Há hotéis a aliciar clientes para ficarem confinados com spa e pequeno-almoço nos próximos dois fins de semana prolongados, ainda que a lei proíba deslocações entre os concelhos mais afetados a partir das 23 horas de hoje e as 5 horas de quarta-feira. São tentativas de faturar algo num ano com 70% das noites perdidas na hotelaria e numa altura em que 43% das unidades do país (80% no Algarve) encerraram, pelo menos até março.

"Tal como a ideia de ter clientes em teletrabalho, são iniciativas de marketing, com muito pouco impacto na situação de descalabro que atravessamos", analisou Elidérico Viegas, presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve. "Temos 80% dos hotéis encerrados e a preocupação é a falta de apoios concretos às maiores empresas, que começam a ficar descapitalizadas. O maior grupo, o Pestana, encerrou nove dos 11 hotéis na região", denunciou Viegas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG