Economia

Anúncio de referendo na Grécia ameaça Zona Euro com nova crise

Anúncio de referendo na Grécia ameaça Zona Euro com nova crise

O primeiro-ministro grego George Papandreou surpreendeu a Europa ao anunciar um referendo para decidir se o país aceita o plano de recuperação decidido a semana passada. A decisão grega ameaça intensificar a crise na Zona Euro.

Os líderes dos países da Zona Euro concordaram, na semana passada, conceder à Grécia um segundo empréstimo e um perdão de 50% da dívida do país. O preço desta ajuda é um programa de cortes radicais na despesa do Estado que deu origem a uma nova vaha de contestação entre os gregos.

George Papandreou, que está cada vez mais isolado à medida que foi fazendo passar novas medidas de austeridade no Parlamento, justificou o referendo pela necessidade de maior apoio político para as novas medidas fiscais e as reformas estruturais exigidas pelos líderes europeus.

A decisão grega foi mal recebida na Alemanha e na França. O anúncio de Papandreou terá irritado a chanceler Angela Merkel e também Nicolas Sarkozy já se fez saber surpreendido.

Caso o referendo avance e a votação recuse o plano de auxílio é todo o processo de recuperação da Zona Euro que poderá estar em causa. "A situação é tão apertada que basicamente este será um voto sobre a adesão ao euro", afirmou o ministro finlandês da Europa, Alexander Stubb.