PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Forças Armadas

Associação de Praças apela à participação na "jornada de reflexão"

Associação de Praças apela à participação na "jornada de reflexão"

A Associação de Praças apelou, esta quarta-feira, à participação dos militares numa "jornada de reflexão" na quinta-feira, à hora de almoço, e também à presença nas galerias da Assembleia da República no dia da votação final global do Orçamento para 2012.

Em comunicado enviado à imprensa, a Associação de Praças (AP) associa-se à jornada de reflexão já convocada pela Associação Nacional de Sargentos (ANS) para o dia da greve geral, onde as associações exortam os militares a prescindirem da sua refeição e a reflectirem sobre as medidas previstas para a Defesa nacional em 2012.

"Exortamos todos os militares do activo, da reserva e da reforma a participarem numa jornada de reflexão a ter lugar a 24 de Novembro, à hora do almoço, com o objectivo de dissertar sobre a actual situação e a estarem presentes no dia 30, na Assembleia da República, a partir das 14 horas para assistir à votação do Orçamento do Estado para 2012 e, no mesmo dia, a partir das 18 horas, numa vigília junto à residência oficial do Presidente da República e Chefe Supremo das Forças Armadas", refere o documento.

A AP manifesta ainda "um voto de apoio e solidariedade a todos os portugueses e portuguesas que, sentindo-se fortemente prejudicados pelas medidas contidas no Orçamento para 2012, irão aderir à greve geral do próximo dia 24".

A AP nota que, como associação militar, está impedida de aderir à greve convocada pelas centrais sindicais, mas garante que não deixará "passar em branco mais esta etapa da luta que os trabalhadores da Administração Pública irão levar a cabo".

"Façamos todos os esforços possíveis para que, nos dias 24 e 30 de Novembro, os militares deixem uma mensagem forte e clara de que não aceitarão a descaracterização da condição militar", conclui o comunicado.