Economia

Auto-estradas do Centro suspensas pelo Governo

Auto-estradas do Centro suspensas pelo Governo

A concessão das auto-estradas do Centro, com excepção do troço Coimbra-Viseu que é considerado prioritário, será a única obra pública suspensa na sequência do anúncio do Governo, feito, hoje, quinta-feira, após o Conselho de Ministros. O ministro das Obras Públicas, António Mendonça, diz ainda não saber qual a poupança resultante desta decisão.

A decisão de manutenção de todos os restantes grandes projectos de obras públicas foi justificada pelo ministro António Mendonça pelo facto de não ser possível travar o que já está adjudicado ou é prioritário. Mantêm-se assim, obras como o novo aeroporto, o TGV e a nova travessia do rio Tejo.

No final do Conselho de Ministros de hoje, quinta-feira, o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, anunciou a revisão do projecto de obras públicas do Governo, remetendo para o ministro das Obras Públicas o anúncio da decisão final durante uma conferência de Imprensa que terminou há momentos.

Assim, a única obra pública que está posta em causa é a da concessão de auto-estradas do Centro, ficando de fora o troço Coimbra-Viseu que António Mendonça disse ser "prioritário" e, por isso, impossível de travar.

Na conferência de Imprensa, o ministro das Obras Públicas admitiu que não sabe ainda contabilizar qual a poupança decorrente desta decisão.

 

ver mais vídeos