Bancos

BCP vai cobrar por transferências MB Way a partir de 17 de junho

BCP vai cobrar por transferências MB Way a partir de 17 de junho

O banco BCP vai cobrar por transferências bancárias feitas por MB Way a partir de 17 de junho, juntando-se ao BPI, que arrancará com a cobrança em 01 de maio.

A informação foi divulgada esta segunda-feira pelo BCP em precário e indica que passará a cobrar 1,248 euros (incluindo imposto de selo) pelas transferências que usem a "app" (aplicação) MBWay.

Já aos clientes que usem a aplicação do próprio banco serão cobrados 52 cêntimos (incluindo imposto do selo).

Ficam isentos desta comissão os clientes até 23 anos e aqueles que têm pacotes como programa Prestígio, o que, diz fonte oficial do banco, beneficiará "mais de um milhão de clientes, mais de metade do total" dos clientes do BCP.

No início de fevereiro foi conhecido que, a partir de 1 de maio, o BPI vai passar a cobrar 1,20 euros por transferências que se realizem através da "app" MB Way.

Questionado pela Lusa, fonte oficial do BPI confirmou então que o banco passará a cobrar quando um cliente seu dá ordens de transferência usando a aplicação MB Way, mas acrescentou que já na BPI App é também possível fazer transferências MBWay e que "neste canal o preçário continua isento (0 euros) para todos os clientes BPI".

O Santander Totta disse então que não cobra comissões em transferências MBWay e que ainda não decidiu sobre uma futura cobrança, mas considerou "normal que, sendo um serviço prestado, venha a ser cobrado".

Pela Caixa Geral de Depósitos, fonte oficial afirmou que "a Caixa não está a cobrar comissões de transações em MB Way", ou seja, está a isentar de taxas este serviço, isto "apesar de já ter há vários meses o valor de 0,20 euros no preçário".

O Novo Banco tem no seu preçário uma cobrança de 15 cêntimos, mas ainda não a pratica, segundo a imprensa.

O MB Way foi desenvolvido pela SIBS, empresa gestora da rede multibanco, que tem dito que é "do foro comercial" de cada banco cobrar por transferências por MB Way.

A SIBS indicou na semana passada que o número de operações realizadas com MB Way no primeiro trimestre deste ano ultrapassou 10,3 milhões, tendo triplicado face ao mesmo período de 2018.

A MB Way, aplicação para telemóveis que permite efetuar compras, pagamentos ou transferências de dinheiro sem ser necessária a utilização física de cartões de débito e de crédito, tem atualmente mais de 1,25 milhões de utilizadores que fazem mais de 3,5 milhões de operações por mês.

A SIBS divulgou estes números depois de o jornal Público ter noticiado que o anúncio da criação de comissões está a travar o número de operações através do MB Way.