Desemprego

BE diz que números denotam fracasso das políticas do Governo de combate ao desemprego

BE diz que números denotam fracasso das políticas do Governo de combate ao desemprego

O Bloco de Esquerda defendeu hoje que os dados do desemprego denotam "o fracasso das políticas do Governo no combate ao desemprego", sublinhando que a tendência vai ser de "agravamento" tendo em conta o actual período de recessão.

"Estes dados reflectem exactamente o contrário daquilo que o Governo tem vindo a dizer, que o pior já passou. É uma situação que denota o fracasso das políticas do Governo no combate ao desemprego. Temos de contraditar a ideia do Governo de que o pior já passou", afirmou a deputada Mariana Aiveca, em declarações à agência Lusa.

O partido reagia assim aos dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística, que indica um aumento da taxa de desemprego para 11,1% no quarto trimestre, terminando 2010 com uma taxa de 10,8%.

Mariana Aiveca considerou que a situação assume proporções "muito dramáticas" em relação aos jovens, com "cerca de 100 mil jovens desempregados".

"Os dados não contemplam a situação de recessão que estamos a viver neste momento decorrentes das medidas orçamentais. Se contarmos com isso a tendência é mesmo de agravamento", alertou.

Por outro lado, a deputada do Bloco de Esquerda referiu que uma taxa de desemprego de 11,1% no último trimestre de 2010 significa que se for feita uma comparação homologa "há uma subida de 9,9% face ao último trimestre de 2009".