PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Economia

Bruxelas não vê violação das regras na campanha do Pingo Doce

Bruxelas não vê violação das regras na campanha do Pingo Doce

A campanha promocional levada a cabo pelos supermercados Pingo Doce, em Portugal, a 1 de maio, não parece configurar qualquer violação do ponto de vista da política comunitária de concorrência.

Questionada pela agência Lusa sobre se a Comissão estava a averiguar o sucedido, fonte comunitária indicou que, em princípio, os preços baixos só podem levantar problemas, do ponto de vista da concorrência, se forem levados a cabo com o recurso a ajudas estatais ou se uma companhia abusar da sua posição dominante no mercado, "o que não parece ser o caso", indicou.

Em Portugal, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) decidiu na passada sexta-feira entregar o processo à Autoridade da Concorrência, por considerar que se registaram ilegalidades, designadamente "indícios do incumprimento de algumas disposições previstas no decreto-lei número 370/90 de 29 de outubro".