Saúde

Deco deteta 13 batons para crianças potencialmente perigosos

Deco deteta 13 batons para crianças potencialmente perigosos

A DECO revelou, na semana passada, que há 13 batons para crianças à venda no mercado que não devem ser usados, por conterem componentes potencialmente prejudicais para a saúde, acima dos limites de segurança.

Em 19 produtos testados, só seis são seguros para as crianças: três não contêm óleos minerais e, estando isentos de MOSH, POSH e MOAH (substâncias potencialmente nocivas) e outros três podem ser usados por crianças a partir dos seis anos e/ou com 22 quilos.

Os restantes 13 produtos testados contêm MOAH e/ou MOSH acima dos limites de segurança, pelo que a DECO não recomenda o seu uso, "a título de precaução".

As substâncias em causa "entram na composição de alguns óleos minerais, como a parafina líquida ou cera microcristalina, muito usados nos cosméticos, por terem uma grande capacidade de hidratação", explica um comunicado publicado no site da associação de defesa do consumidor que, para a realização da avaliação, considerou "os resultados de estudos científicos e as recomendações de várias entidades de referência, como a Comissão Europeia, a Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA), o observatório suíço que aprecia estas matérias e a associação europeia de fabricantes de cosméticos (Cosmetics Europe), uma vez que não estão fixados limites legais".

A regulamentação europeia dos cosméticos permite a utilização de óleos minerais, "se se conhecerem todos os antecedentes de refinação e se se puder provar que a substância a partir da qual foram produzidos não é carcinogénica (cancerígena)".

Nos produtos para a pele, aqueles componentes não representam perigo, porque quase não há absorção, mas no caso dos lábios, a situação pode ser de risco. "(...) Quando ingeridos, os MOAH têm potencial cancerígeno e podem causar mutações genéticas, enquanto os MOSH são suspeitos de favorecerem o aparecimento de microgranulomas (nódulos) nalguns órgãos. Os POSH, hidrocarbonetos sintéticos saturados, têm uma estrutura idêntica à dos MOSH, pelo que se pensa que terão os mesmos efeitos", lê-se na nota da DECO.

Veja abaixo os produtos em causa: