PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Desemprego

Desemprego na Alemanha sobe para 7%

Desemprego na Alemanha sobe para 7%

O número de desempregados na Alemanha aumentou ligeiramente em Julho, passando para 2,939 milhões, mais 46 mil pessoas do que no mês anterior.

O desemprego homólogo (comparação com igual mês do ano passado) registou, no entanto, menos 247 mil pessoas sem trabalho, informou a Agência Federal do Trabalho (BA), esta quinta-feira, em Nuremberga.

A taxa de desemprego subiu em Julho 0,1%, passando para 7%, o que representa uma melhoria face aos 7,6% registados no ano passado.

Apesar da inversão da tendência de descida do desemprego, que se deve a razões sazonais, o mercado de trabalho na Alemanha "continua em boa situação", disseram os peritos da BA, em comentário aos novos números.

A crise da dívida soberana na Grécia e noutros países da zona euro não tem tido impacto sobre a economia alemã, cujos bons resultados assentam, sobretudo, no aumento das exportações para a China e para os Estados Unidos da América.

Para Ralph Solveen, economista do Commerzbank, segundo maior banco privado alemão, o ligeiro aumento do desemprego em Julho "corresponde ao desenvolvimento normal no Verão, porque muitos jovens terminam os contratos de formação profissional no início desta estação do ano por não terem sido admitidos nas empresas onde estagiaram".

Além disso, várias empresas não empregam mais pessoal, durante o período de férias, preferindo esperar por Setembro, disse ainda o mesmo especialista.

Nos próximos meses, os economistas esperam que o desemprego alemão volte a descer.