PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Desemprego

Desemprego na zona euro atinge nível mais baixo desde agosto de 2012

Desemprego na zona euro atinge nível mais baixo desde agosto de 2012

A taxa de desemprego estimada para a zona euro em dezembro de 2014 é de 11,4%, a mais baixa registada desde agosto de 2012, segundo os dados divulgados, esta sexta-feira, pelo Eurostat.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), a taxa de desemprego - corrigida das variações sazonais - recuou 0,1 pontos percentuais em dezembro, tanto face aos 11,5% de novembro no total dos 18 países que então compunham a zona euro, quanto relativamente aos 11,8% de dezembro de 2013.

Nos 28 Estados-membros da UE, por seu lado, a taxa de desemprego fixou-se nos 9,9% em dezembro de 2014, abaixo dos 10% de novembro e dos 10,6% de dezembro de 2013.

No conjunto de todos os Estados-membros, é a primeira vez desde outubro de 2011 que a taxa se fixa abaixo dos 10%.

As taxas de desemprego mais baixas registaram-se, em dezembro de 2014, na Alemanha (4,8%) e na Áustria (4,9%), enquanto as mais elevadas pertenceram à Grécia (25,8% em outubro de 2014) e à Espanha (23,7%).

Na comparação homóloga, o maior recuo no desemprego foi registado na Estónia (de 9,0% para 6,6%, entre novembro de 2013 e novembro de 2014), na Bulgária (de 12, 8% para 10,8%), na Grécia (de 27,8% para 25,8% entre outubro de 2013 e outubro de 2014), na Hungria (9,3% para 7,3% entre novembro de 2013 e novembro de 2014) e na Polónia (10,0% para 8,0%).

As maiores subidas registaram-se na Finlândia (de 8,3% para 8,9%), em Itália (de 12,6% para 12,9%) e em França (de 10,2% para 10,3%).

Em Portugal, a taxa de desemprego recuou 0,1 pontos percentuais para os 13,4%, face a novembro de 2014, sendo a descida mais acentuada na comparação com os 15,2% de dezembro de 2013.

Quanto ao desemprego dos jovens com menos de 25 anos, este atingia 23,0% nos 18 países da zona euro e 21,4% na União Europeia. Em ambos os casos, tal significou um recuo face aos 23,9% e 23,1%, respetivamente, em dezembro de 2013.

Em Portugal, a taxa de desemprego jovem subiu para os 34,5% em dezembro, face aos 33,4% de novembro, mas caiu na comparação anual com os 35,2% de dezembro de 2013.

As taxas mais elevadas registaram-se em Espanha (51,4%), na Grécia (50,6% em outubro), na Croácia (44,8% no quarto trimestre de 2014) e em Itália (42,0%).

As mais baixas foram observadas na Alemanha (7,2%), na Áustria (9,0%) e na Holanda (9,6%).