PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Premium

Espanha é o principal destino das exportações de cerveja

Espanha é o principal destino das exportações de cerveja

Com as exportações para a China a caírem mais de 50% desde o início do ano, Espanha é o novo destino preferencial das vendas externas das cervejeiras nacionais. Uma tendência que já se adivinhava no ano passado, mas que o primeiro trimestre veio consolidar: as transações para Espanha subiram 29% em valor e 36,8% em quantidade. Mesmo assim, e apesar do reforço, as exportações nacionais de cerveja estão a cair 6,23% em valor nos principais mercados.

Aliás, já no ano passado assim foi, com uma redução de 17,5%, para o valor mais baixo da década: 129,6 milhões de euros, fruto da quebra de 44,3% no mercado chinês. Em causa, a guerra comercial decretada pelas grandes multinacionais do setor à cerveja nacional, que passou de pouco mais de 200 mil euros exportados para a China, em 2010, para quase 61 milhões, em 2017.

A Super Bock criou mesmo uma cerveja específica para o mercado chinês, a Super Bock Gold, "mais suave, mais redonda, e que apela mais aos paladares e aromas típicos da China", explicava, em junho de 2018, o presidente da empresa. Rui Lopes Ferreira falava, então, à Lusa, dizendo que contava já com cinco mil pontos de venda em 50 cidades chinesas, com este mercado a pesar 40% nas exportações da empresa.