Economia

Estado gasta por mês 130 milhões de euros sem concurso

Estado gasta por mês 130 milhões de euros sem concurso

O Estado já assinou contratos sem concurso público com centenas de milhares de fornecedores. O valor dos negócios seria suficiente para que os portugueses não pagassem IRS durante quase um ano.

São pouco mais de oito mil milhões de euros - quatro vezes mais do que o Estado gasta com fármacos, por ano - e foram pagos por entidades públicas a fornecedores que elas próprias escolheram. Os dados constam da página da Internet onde são inscritos os ajustes diretos formalizados entre entidades públicas (como ministérios, direções-gerais, municípios ou empresas e institutos públicos) e fornecedores de bens, serviços ou empreitadas.

Desde meados de 2008, quando o registo arrancou de forma sistemática, até à semana passada, foram assinados mais de 262 mil ajustes diretos. Desde a entrada da troika em Portugal, e da vigência do Governo PSD/PP, o valor dos ajustes caiu, mas prossegue ao ritmo de 130 milhões de euros por mês.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa