EUA

Fiat Chrysler paga 447 milhões para resolver caso de emissões poluentes

Fiat Chrysler paga 447 milhões para resolver caso de emissões poluentes

O construtor automóvel Fiat Chrysler - que junta as marcas Fiat e Chrysler - aceitou pagar 515 milhões de dólares (447 milhões de euros) às autoridades norte-americanas que o acusavam de equipar mais de 100 mil veículos com um dispositivo destinado a manipular as emissões poluentes.

O fabricante ítalo-americano aceitou também recolher as viaturas em causa para as reparar de acordo com as normas em vigor, anunciou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos em comunicado.

Em paralelo, a Fiat Chrysler e o fornecedor de equipamentos automóveis alemão Bosch também chegaram a acordo para resolver uma ação coletiva apresentada por proprietários de viaturas afetadas. Cada um dos queixosos vai receber uma indemnização que varia entre 990 e 3075 dólares.

ver mais vídeos