Austeridade

Gaspar diz que cortes ascendem a 4700 milhões entre 2014 e 2016

Gaspar diz que cortes ascendem a 4700 milhões entre 2014 e 2016

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, revelou que vão ser tomadas medidas de consolidação orçamental que ascendem a 4700 milhões de euros entre 2014 e 2016 para garantir o cumprimento das metas que o Governo se propôs.

"No cenário atual, a trajetória do saldo orçamental exige a execução de medidas que ascendem a 2,8 mil milhões de euros em 2014, 700 milhões em 2015 e 1200 milhões em 2016", afirmou o governante na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública.

Estes valores correspondem a 1,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014, a 0,4% do produto em 2015 e a 0,7% do PIB em 2016, de acordo com informação que o ministro das Finanças apresentou.

Vítor Gaspar disse ainda que, "dado que a possibilidade do aumento de impostos parece excluída, a restrição financeira determina o debate", reiterando o que tem vindo a dizer: "O Estado ao serviço dos portugueses só poderá ter a dimensão que os cidadãos estejam dispostos a pagar por ele."