Transportes

Não vai haver comboios da CP na segunda-feira devido a greve

Não vai haver comboios da CP na segunda-feira devido a greve

A CP - Comboios de Portugal não prevê a circulação de comboios na segunda-feira devido à greve marcada e por não terem sido definidos serviços mínimos.

"A CP informa que, por motivo de greve convocada por diversas organizações sindicais não se prevê circulação de comboios no dia 19 de fevereiro. Não foram definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social", referiu a empresa, em comunicado, no qual informa ainda sobre "perturbações e supressões na circulação ferroviária, nos dias 18 e 20 de fevereiro [domingo e terça-feira]".

Para domingo, a CP admite a possibilidade de atrasos e supressões em todos os serviços, "com particular incidência a partir do final da tarde e noite", enquanto na segunda-feira "não se prevê circulação de comboios a nível nacional, em todos os serviços".

Na terça-feira, nas primeiras horas da madrugada e manhã, "poderão ainda ocorrer atrasos e supressões, prevendo-se a regularização gradual da circulação até ao final da manhã", segundo a CP, que referiu que não serão disponibilizados transportes alternativos.

A CP indicou haver reembolso ou alteração de data da viagem para quem tenha comprado bilhetes para comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades e Regional que não se realizem.

Esta semana, a FECTRANS - Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações divulgou manter-se marcada a greve dos trabalhadores da CP para exigir a "diminuição das desigualdades salariais, aumentadas com a última proposta de regulamento de carreiras apresentada e implementada pela administração da empresa".

No início do mês foi anunciado o pré-aviso de greve apresentado pelos sindicatos não subscritores do recente acordo de regulamento de carreiras na empresa.

De acordo com a informação do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF), "a greve tem como objetivo a negociação efetiva de um regulamento de carreiras que dignifique e valorize os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal, EPE, com baixos salários, reduzindo de forma efetiva as desigualdades salariais existentes, em vez de as aumentar enormemente".

ver mais vídeos