Crise

Greves de pilotos da Ryanair cancela quase 400 voos na sexta-feira

Greves de pilotos da Ryanair cancela quase 400 voos na sexta-feira

A Ryanair anunciou esta quarta-feira que cancelará na sexta-feira 250 voos de ou para a Alemanha, de um total de 2400, devido à greve de pilotos, elevando para quase 400 os cancelamentos devido a paralisações.

Os pilotos das bases alemãs da transportadora aérea anunciaram hoje que se juntam à greve de 24 horas de sexta-feira, à qual tinham já aderido os pilotos da Irlanda, Suécia e Bélgica.

A companhia de baixo custo informou que não se efetuarão 250 voos de 2400 de ou para a Alemanha face ao anúncio de uma "greve desnecessária" do sindicato alemão Vereinigung Cockpit, que se somam aos 146 cancelamentos previstos inicialmente para três países.

A transportadora acrescentou que os clientes afetados serão informados hoje das opções para os seus voos.

Na semana passada, a Ryanair informou sobre o cancelamento de 104 voos de e para a Bélgica, de uma operação prevista de mais de 2400, enquanto na Suécia foram cancelados 22 voos de mais de 2400 viagens agendadas.

A quinta paralisação dos pilotos irlandeses, desde 12 de julho, deixará por realizar 20 de 300 voos planeados, afetando 3500 passageiros, acrescentou a empresa.

Também poderá haver protesto dos holandeses.

Na semana passada, tripulantes de cabine de Itália, Portugal, Espanha e Bélgica estiveram em greve para reclamar, nomeadamente a aplicação das leis laborais nacionais e não da irlandesa.

ver mais vídeos