PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Premium

Há mais reformados do que trabalhadores em 23% dos concelhos

Há mais reformados do que trabalhadores em 23% dos concelhos

É uma medida do envelhecimento do país: em 23% dos concelhos do continente, vivem mais reformados por velhice do que trabalhadores. Há anos que a baixa natalidade e a maior esperança de vida ameaçam tornar Portugal um país de velhos mas, em um de cada quatro concelhos, essa já é a realidade.

Sem surpresa, estão sobretudo em Trás-os-Montes, Beira Interior e no Alentejo. Note-se que os dados respeitam só a trabalhadores e reformados do setor privado, pelo que a balança pesa a desfavor dos municípios menores, onde as câmaras são fortes empregadoras.

Neste mapa do envelhecimento, repete-se o cenário de um país com duas realidades. No litoral, cidades e zonas industrializadas, o número de trabalhadores no ativo, com descontos para a Segurança Social, ultrapassa (nalguns casos largamente) o número de quem recebe pensão de reforma por velhice. Dados enviados ao JN pelo Instituto de Segurança Social mostram que, com três trabalhadores por cada reformado, Albufeira lidera a lista, seguida por dois concelhos industrializados do Norte: Lousada e Paços de Ferreira