Telemóveis

Huawei vai para tribunal com empresário do Porto

Huawei vai para tribunal com empresário do Porto

A fabricante chinesa de telemóveis rejeitou celebrar qualquer acordo com o inventor do Porto que alega ter sido o criador de uma câmara de telemóvel e avança para tribunal.

A empresa nega ter violado as patentes de Rui Pedro Oliveira. O empresário, que vendeu a casa para lutar pela via judicial com a tecnológica chinesa, deu entrada com uma ação, no passado dia 26 de março, num tribunal dos Estados Unidos.

Quando tudo parecia indicar a via negocial, "de roubado passo a traído e acusado", disse Rui Pedro Oliveira ao jornal "Público".