Economia

Merkel e Hollande chegam a acordo de compromisso sobre união bancária

Merkel e Hollande chegam a acordo de compromisso sobre união bancária

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, François Hollande, chegaram a um acordo de compromisso, na noite desta quinta-feira, na Cimeira de Bruxelas, sobre os princípios da nova união bancária na zona do euro, um tema que envenenou as relações entre a França e a Alemanha.

O porta-voz da Comissão Europeia, Olivier Bailly, refere que houve um "acordo sobre um quadro político que prevê uma implementação gradual do novo mecanismo em 2013".

Já uma fonte do governo francês disse que cerca de seis mil bancos da zona euro estarão sob a supervisão do Banco Central Europeu em 2014, sendo que a maior parte do controlo será delegado a organismos nacionais.

A criação de uma união bancária é considerada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) como um passo fundamental para superar crise europeia.

Segundo a mesma fonte, o esboço deste mecanismo de supervisão deve estar pronto até final do ano. Uma outra fonte do governo alemão confirmou que "o mecanismo de supervisão bancária vai tornar-se uma realidade em 1 de janeiro de 2014".