PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Comunicações

NOS e Vodafone Portugal assinam acordo para partilhar infraestrutura

NOS e Vodafone Portugal assinam acordo para partilhar infraestrutura

A NOS e a Vodafone Portugal assinaram esta sexta-feira um acordo de desenvolvimento e partilha de infraestrutura de abrangência nacional, o que permitirá aos dois operadores a disponibilização das suas ofertas comerciais, sob a rede partilhada, a partir de 2018.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a NOS salienta que "o acordo abrange a partilha recíproca de fibra escura [fibra de última geração] em cerca de 2,6 milhões de casas, em que cada uma das entidades partilha com a outra um valor equivalente de investimento".

Esta parceria é também alargada à infraestrutura móvel, "onde está assegurada a partilha mínima de 200 torres móveis".

No âmbito deste acordo, "a cobertura da rede de nova geração da NOS irá ultrapassar os 4,4 milhões de casas passadas até final de 2018, integralmente capacitadas para disponibilizar serviços gigabit", acrescenta a operadora de telecomunicações.

"Este acordo representa um passo muito importante no nosso compromisso com Portugal e com os portugueses", refere o presidente executivo da NOS, Miguel Almeida, citado no comunicado.

"Com a expansão da sua rede de fibra de última geração e o reforço da sua cobertura móvel, a NOS mantém o seu compromisso de investimento na criação de condições que, não só permitirão às empresas portuguesas prepararem-se para responder ao desafio da transformação digital, mas também às famílias que terão assim a oportunidade de escolher as melhores ofertas e um serviço de excelência", acrescenta o gestor.

Por sua vez, num outro comunicado, o presidente executivo da Vodafone Portugal, Mário Vaz, afirma que "este acordo permite à Vodafone Portugal levar o seu serviço a mais clientes, aumentando a concorrência no mercado em benefício das famílias e empresas portuguesas".

"A partir de hoje damos um passo significativo para que todos os portugueses possam ter acesso à melhor oferta do mercado, contribuindo decididamente para a materialização da Sociedade Gigabit em Portugal", conclui Mário Vaz.

O acordo pressupõe que as duas operadoras de telecomunicações "mantêm total autonomia no desenho das suas ofertas comerciais e na escolha das soluções tecnológicas que decidam vir a implementar", referem a a Vodafone e a NOS em comunicado, acrescentando que "está igualmente assegurada a total independência na gestão da base de clientes de cada uma das empresas, bem como a confidencialidade no tratamento da informação dos consumidores".

Esta parceria, prosseguem, "assume especial relevância numa altura em que Portugal vive uma profunda transformação económica e social, que em larga escala depende das novas tecnologias. A partilha destas infraestruturas cria condições para uma maior dinamização do mercado, ao criar mais concorrência e ao permitir a disponibilização de serviços de elevada qualidade e mais escolha, a um número cada vez maior de cidadãos e de empresas".