Economia

País tem mais 10 mil milionários

País tem mais 10 mil milionários

No corrente ano, Portugal soma já mais 10 777 milionários, num total de 75 903 de adultos com uma riqueza superior a um milhão de dólares (789 mil euros).

Feitas as contas aos últimos dois anos, houve mais 21172 portugueses a atingirem, pelo menos, aquela soma. Isto porque se é verdade que a grande maioria (69 mil) detém entre 789 mil euros a 3,9 milhões, contam-se também 161 pessoas com uma fortuna avaliada entre os 39 e 79 milhões. "Excêntricos", com mais de 789 milhões, contam-se três.

Isso mesmo revela o relatório "Global Wealth Report 2014", do Credit Suisse, divulgado esta terça-feira e que avalia a evolução da riqueza no Mundo e respetivas desigualdades. Confirmando, nesse aspeto, o que a teoria há muito diz. As crises acentuam o fosso entre ricos e pobres. Vamos aos números: 35 milhões de milionários (com mais de 789 mil euros) - 0,7% da população mundial adulta - acumulam 44% da riqueza mundial. Em sentido inverso, há 3,3 mil milhões a viverem com menos de 7,9 mil euros, o que representa 69,8% da população e apenas 2,9% da riqueza mundial. Na base desta pirâmide encontra-se 90% da população de África e Índia.

No que a desigualdades concerne, Portugal encontra-se no meio da tabela, naquilo a que o Credit Suisse chama de "desigualdade média", a par de países como Espanha, Reino Unido, França e Grécia. Isto é, por cá, 10% dos mais ricos detêm 58,3% da riqueza, mais 2,3 pontos percentuais face a 2007. No topo está a Rússia (84,8%) e na base a Bélgica (47,2%).

O documento estima um aumento de 53% no número de milionários: em 2019 serão 53,2 milhões. Hoje, são 34,8 milhões, mais 164% do que em 2000.