Eurostat

Portugal tem a eletricidade mais cara da UE em paridade de poder de compra

Portugal tem a eletricidade mais cara da UE em paridade de poder de compra

Portugal teve no segundo semestre de 2018 a eletricidade para consumo doméstico mais cara da União Europeia (UE) medida em paridade de poder de compra (PPC) e a terceira em euros, divulga o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, os portugueses pagaram 28,2 PPC por 100 kWh de eletricidade, o valor mais alto da UE, seguido pela Alemanha (28,0 PPC por 100 kWh), a Espanha (27,4), a Bélgica (26,6), a Roménia (26,3) e Chipre (24,5 PPC por 100 kWh).

Este indicador é uma referência comum que elimina as diferença de níveis de preços entre os países.

Em euros, os portugueses pagaram 22,9 por 100 kWh, o sexto preço mais alto, com a Dinamarca no topo da tabela (31,2 euros por kWh), seguindo-se a Alemanha (30,0 euros por 100 kWh), a Bélgica (29,4Euro), a Irlanda (25,4 euros por 100 kWh) e a Espanha (24,8 euros).

A proporção de taxas e impostos no preço total da eletricidade para consumo doméstico é, em Portugal, a segunda mais alta (55%), depois da Dinamarca (64%) e seguido da Alemanha (54%).