Desemprego

Quase 12 mil casais tinham os dois cônjuges desempregados em dezembro

Quase 12 mil casais tinham os dois cônjuges desempregados em dezembro

Perto de 12 mil casais inscritos nos centros de emprego de Portugal continental tinham ambos os cônjuges em situação de desemprego no final de dezembro, menos 5,9% do que no mês homólogo, segundo dados divulgados sexta-feira.

De acordo com números do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), do total de desempregados casados ou em união de facto, 23937 pessoas têm também registo de que o seu cônjuge está inscrito como desempregado no centro de emprego, o que equivale a 8,8%.

Ou seja, o número de casais em que ambos os cônjuges estão registados como desempregados foi, no final de dezembro de 2014, de 11969, o correspondente a uma diminuição homóloga de 5,9% (-745 casais) e uma subida de 3,5% (+408 casais) face a novembro último.

No final de dezembro deste ano, estavam inscritos nos centros de emprego do continente 564.312 desempregados, sendo que quase metade (48,1%) eram casados ou viviam em situação de união de facto, num total de 271579.

O desemprego verificado nos centros de emprego do continente diminuiu 14% em dezembro de 2014 face ao mesmo mês de 2013 e caiu 1,3% em relação ao mês de novembro.

Já quanto aos desempregados casados ou em união de facto, a queda homóloga em dezembro foi de 14,2% (-44.961 desempregados), ao passo que face a novembro de 2014 houve um aumento de 1,0% (+2.711).