SCUT

Receitas de 330 milhões por ano com portagens nas SCUT

Receitas de 330 milhões por ano com portagens nas SCUT

O Estado prevê obter receitas entre 320 e 330 milhões de euros por ano com a introdução de portagens nas sete SCUT, segundo o ministro das Obras Públicas.

António Mendonça, que está a ser ouvido hoje, quarta-feira, na comissão parlamentar de Obras Públicas, Transportes e Comunicações, disse que esta previsão de receitas com a introdução de portagens nas SCUT não inclui as isenções.

As isenções corresponderão a uma redução de 130 milhões de euros no valor previsto das receitas, disse o ministro, em resposta ao deputado do CDS-PP Hélder Amaral.

A partir do próximo dia 01 de Agosto, começam a ser cobradas portagens nas SCUT Grande Porto, Costa de Prata e Norte Litoral.

A introdução de portagens nas outras quatro SCUT está prevista para 01 de Janeiro do próximo ano.

ver mais vídeos