PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

Debates

Receitas para o crescimento das empresas

Receitas para o crescimento das empresas

Nas Finance Talks for Growth, que já decorrem, as empresas podem procurar soluções de especialistas em três domínios: inovação, estratégia e financiamento. Aveiro, Leiria e Famalicão acolhem próximas sessões.

Inovação, estratégia e financiamento. Três preocupações das empresas que estão a ser debatidas nas Finance Talks for Growth, isto é, nas Conversas sobre Finanças com vista ao Crescimento. Trata-se de um conjunto de 5 sessões, tendo a primeira decorrido no dia 6 de fevereiro, no Edifício de Serviços da AEP (Leça da Palmeira).

A segunda sessão decorre já esta quinta-feira em Santarém, seguindo-se Aveiro (dia 12), Leiria (dia 28) e Vila Nova de Famalicão (12 de março). As empresas têm a oportunidade de debater temáticas como inovação, estratégia e financiamento, assim como assistir à apresentação e discussão de diversos casos de sucesso, representativos das zonas do país onde decorrem as sessões.

Em suma, Pequenas e Médias Empresas (PME) de Santarém, Leiria, Porto, Aveiro e Famalicão vão poder, a partir de março, ter acesso a consultoria especializada e a fontes de financiamento alternativas à Banca, tentando-se, em simultâneo, cativá-las para que participem gratuitamente num programa de "formação executiva de alto nível", para melhoria da sua eficácia e preparação de planos de negócio, e acesso a financiamento.

Paulo Caldas, diretor de Economia, Financiamento e Inovação da AIP, que apresentou esta quinta-feira o programa a empresários do distrito de Santarém, disse à Lusa que está a ser facultado aos empresários destas cinco regiões consultoria "de alto nível", com formação executiva no terreno, descentralizada, que, no mercado, custaria 35 mil a 50 mil euros.

Segundo fonte da organização, as empresas vão sempre beneficiar do acesso a informação, práticas e metodologias rigorosas e atuais, "mas se optarem por acompanhar as várias fases, sentirão que este é um processo que capacita as empresas para uma tomada de decisão estratégica em matéria de opções de financiamento. Da Banca a business angels, de private equity e capital de risco até ao mercado de capitais, todas as opções serão explicadas e discutidas à luz dos projetos de curto e médio prazo das empresas".

Estas ações enquadram-se no plano de ação do projeto Finance for Growth, iniciativa lançada em 2018 pela AEP - Associação Empresarial de Portugal e a AIP - Associação Industrial Portuguesa, cofinanciado pelo Compete2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, e contando para a sua execução com o apoio da Caixa Geral de Depósitos, da Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD) e da Euronext, no âmbito do Programa Capitalizar.

"O Finance for Growth não olha para as empresas do ponto de vista do setor, de atividade, da dimensão, mas em função da ambição que têm em crescer. Numa palavra, pretendemos acompanhar as empresas e temos a ambição de conseguir apoiá-las a tornarem-se mais ágeis e mais apelativas, mais geradoras de valor acrescentado", refere a mesma fonte da organização da iniciativa.

Mais em detalhe, pretende-se estimular a diversificação de fontes de financiamento das empresas portuguesas, assim como melhorar as condições de acesso ao financiamento das mesmas, com vista a uma retoma mais forte do investimento empresarial privado. Simultaneamente, tem em vista apoiar a capitalização, para promoção de estruturas financeiras mais equilibradas, promovendo o acesso a um ecossistema de competitividade, inovação e crescimento sustentado.

As promessas do programa Finance for Growth concretizam-se através do acesso direto e alargado a um ecossistema líder de especialistas, com a consultoria a cargo da Universidade Católica Portuguesa - Porto, aos quais se juntam investidores, advisors, opinion makers e empreendedores. O Finance for Growth cria ainda a oportunidade de interação e partilha de experiências com outras empresas, com iguais aspirações de crescimento e os mesmos desejos de desenvolvimento.