PROCURA UMA EMPRESA?

PESQUISE POR NOME, NIF OU MARCA, GRATUITAMENTE!

Relatórios de todas as empresas portuguesas

CTT

Secretário de Estado diz que nomeação de ex-sócios cumpre a lei

Secretário de Estado diz que nomeação de ex-sócios cumpre a lei

As nomeações dos dois antigos sócios do secretário de Estado das Obras Públicas "basearam-se no escrupuloso cumprimento da lei e recaíram na escolha de pessoas com perfil adequado para cada cargo", esclareceu a tutela.

Em causa, está a nomeação de  Marcos Afonso Batista e de Luís Pinheiro Piteira, antigos sócios de Paulo Campos numa produtora de espectáculos, para cargos na administração dos CTT, noticiada, hoje, terça-feira, pela Rádio Renascença.

"Ambos foram mandatados para missões de responsabilidade e de confiança, apresentando vasta experiência para o desempenho das mesmas", esclareceu fonte da secretaria de Estado, em declarações ao JN, confirmando a nomeação de "Marcos Afonso Vaz Batista para a Administração dos CTT e outras empresas do Grupo em Junho de 2005 e as de Luís Manuel Pinheiro de Piteira em 2009".

Luís Pinheiro Piteira, que também fazia parte da sociedade, foi nomeado, em Abril de 2009, pela administração dos CTT, para a EAD, empresa participada dos CTT. Actualmente, é também administrador de outra empresa do grupo, a "Payshop".

Mais esclarece o gabinete de Paulo Campos a produtora de espectáculos "Puro Prazer" foi constituída por cinco sócios, para organizar a "Semana Académica de Lisboa no ano de 1995".

"Esta empresa teve actividade real e declarada entre 1994 e 1996, tendo sido lavrado o seu registo de dissolução sob a forma de escritura pública no dia 14 de Fevereiro de 2002 no 17º cartório notarial de Lisboa, acto registado em 16 de Março de 2002 na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa - data na qual a empresa deixou de existir e, como tal, impossibilitada de qualquer actividade comercial", adianta fonte da secretaria de Estado.

O falecimento de um dos sócios atrasou o processo de dissolução da sociedade, que apenas se efectivou em definitivo em 2008, acrescentou, ainda, a mesma fonte.