Transportes

Sindicatos da Soflusa e Transtejo exigem reconhecimento de carreira

Sindicatos da Soflusa e Transtejo exigem reconhecimento de carreira

Os sindicatos representativos dos trabalhadores da Transtejo e da Soflusa exigem a continuação das negociações com a empresa e o Governo com vista ao reconhecimento das carreiras a contratação de novos profissionais.

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) e os sindicatos dos trabalhadores juntaram-se esta terça-feira, para analisar a solução encontrada pelo Governo na passada sexta-feira com os mestres de embarcação.

Em comunicado, no fim da reunião, a Fectrans divulgou que "a proposta apresentada na passada sexta feira tem que ser retomada, como base de trabalho de um processo de negociação que deve começar de imediato, no qual devem ser incluídas as reivindicações inerentes às restantes categorias agora excluídas - Marinheiros, Maquinistas, Comerciais; Oficinais e outras".

Assim, foi decidido "solicitar com carácter de urgência uma reunião à administração da Transtejo/Soflusa, ao Ministério do Ambiente, com conhecimento ao primeiro-ministro, para discussão desta nossa proposta, de cujo resultado depende a realização, ou não de outras iniciativas e ações", pode-se ler. Para esta quarta feira está prevista uma reunião entre a Fectrans e Comissões de Trabalhadores da empresa responsável pela travessia fluvial no Tejo.