O Jogo ao Vivo

Islândia

Islândia diz "não" em referendo ao pagamento a credores externos

Islândia diz "não" em referendo ao pagamento a credores externos

Os islandeses votaram em referendo que o Estado não deve pagar a dívida de cerca de quatro mil milhões de euros à Holanda e ao Reino Unido, de acordo com os resultados preliminares anunciados.

Segundo a rádio pública islandesa, 7685 eleitores votaram "não" e 5286 votaram "sim" ao pagamento de quase quatro mil milhões de euros a credores externos.

O dinheiro serviu para indemnizar milhares de depositantes lesados pela falência do banco islandês IceSave.

O referendo foi convocado pelo presidente da Islândia, Olafur Grimsson, que a 20 de Fevereiro deste ano vetou, pela segunda vez, a lei IceSave (que tinha sido aprovada pelo Parlamento islandês), e que estabelece o pagamento de 3,9 mil milhões de euros aos credores externos.

Esta foi a segunda vez que os islandeses decidiram se queriam ou não que dos seus bolsos saísse uma parte significativa do valor total das indemnizações que o governo da Islândia se comprometeu a pagar a Londres e a Haia.

O Icesave foi uma das instituições financeiras que faliram na sequência da crise financeira mundial que atingiu com especial dureza a Islândia, com cerca de 320 mil habitantes, provocando a queda da moeda e da economia do país.

Na primeira consulta popular de 2010, mais de 90% dos islandeses rejeitou contrair uma dívida pública que se prolongaria por vários anos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG