dívida pública

Juros da dívida nacional em alta ligeira

Juros da dívida nacional em alta ligeira

Os juros exigidos pelos investidores para deter títulos de dívida soberana portuguesa a cinco e a 10 anos negoceiam, esta quinta-feira, em alta ligeira face à sessão anterior, depois de o Governo ter decidido pedir assistência financeira à Comissão Europeia.

Pelas 8.30 horas, os juros exigidos pelos investidores para deterem títulos de dívida soberana portuguesa a cinco anos negociavam, em média, nos 9,670%, ligeiramente acima dos 9,659% da sessão anterior, mas abaixo do máximo histórico de 10,144% atingido na terça-feira.

O 'spread' face à dívida alemã atingia aos 691,6 pontos base, segundo a agência de informação financeira Bloomberg.

No prazo a 10 anos, a taxa negociava, em média, nos 8,583%, um valor ligeiramente inferior aos 8,538% da sessão anterior, depois de ter chegado ao novo máximo histórico de 8,767%.

O 'spread' face à dívida alemã nesta maturidade atingia os 513,5 pontos base.

O primeiro-ministro, José Sócrates, anunciou na quarta-feira que o Governo português fez um pedido de assistência financeira à Comissão Europeia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG