5G

Leilão termina com 1727 rondas e um montante atingido de 566 milhões

Leilão termina com 1727 rondas e um montante atingido de 566 milhões

A licitação principal do leilão do 5G terminou esta quarta-feira, mais de nove meses depois de ter arrancado, após 1727 rondas, no "montante total atingido" de 566,802 milhões de euros, anunciou a Anacom.

"Terminou esta quarta-feira a fase de licitação principal do Leilão 5G e outras faixas relevantes após 1727 rondas e, consequentemente, concluiu-se a fase de licitação do leilão, tendo sido apurados os resultados constantes da tabela abaixo, incluindo os da fase de licitação para novos entrantes (44 rondas)", refere a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) na sua página.

"O montante total atingido ascende a 566,802 milhões de euros", refere o regulador.

"O leilão prossegue nos termos do respetivo regulamento, com as fases de consignação e atribuição dos direitos de utilização, processo que inclui a audiência prévia dos candidatos e licitantes e decisão final do Conselho de Administração da Anacom", é ainda referido.

De acordo com os dados, a NOS investiu mais de 165 milhões de euros, seguida da Vodafone Portugal, com 133,2 milhões de euros.

A Meo (Altice Portugal) investiu mais de 125 milhões de euros, de acordo com os dados do regulador, seguida da Nowo (Masmóvil), com cerca de 70,1 milhões de euros, da Dixarobil, com 67,3 milhões de euros, e da Dense Air (5,7 milhões de euros).

PUB

O regulador liderado por João Cadete de Matos marcou uma conferência de imprensa sobre o leilão para quinta-feira, às 11 horas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG