Economia

Lisboa também suspende contrato com Moody's

Lisboa também suspende contrato com Moody's

A Câmara de Lisboa vai suspender o contrato com a agência de 'rating' Moody's, uma vez que o vínculo se revelou "perfeitamente inútil" porque a empresa não fez o seu trabalho, revelou o autarca António Costa.

À margem da inauguração de um parque aventura na Mata de Benfica, António Costa (PS) afirmou que a autarquia não irá pagar um serviço não cumprido.

"[A agência] aplicou a Lisboa, aos outros municípios e às regiões autónomas uma queda automática [do 'rating'] em função da queda da República", notou o presidente da autarquia.

"Em vez de nos avaliarem, simplesmente aplicam-nos o efeito automático. É o mesmo que um médico, em vez de apreciar um doente, dizer que tem a doença da média das pessoas que atendeu naquele dia", justificou.

A notificação de Portugal e das empresas públicas com um rating de "lixo" estendeu-se, na quinta-feira, a Lisboa, Sintra, Madeira e Açores.

O autarca sublinhou que Lisboa "felizmente" tem a sua dívida "devidamente estabilizada e contabilizada".

"Estamos a pagar e não estamos e nem vamos precisar de ir ao mercado contratar novos empréstimos", afirmou à Lusa, acrescentando não fazer sentido uma sujeição a um 'rating' "inútil".

Actualmente, a autarquia tem por objectivo fazer a gestão de activos que permita "antecipar o pagamento da dívida, o que era positivo fazer".

"Senão vamos continuando a pagar calmamente, como estamos a fazer e sem necessidade de empréstimos. Quando toda esta tempestade passar então vamos ver se voltaremos a contratar serviços de 'rating'", resumiu.

Outros Artigos Recomendados