Banca

Lucros do BPI caem mais de 50% para 253,6 milhões de euros nos primeiros nove meses

Lucros do BPI caem mais de 50% para 253,6 milhões de euros nos primeiros nove meses

O BPI registou lucros de 253,6 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, uma diminuição de 52% face aos 529,1 milhões de euros alcançados no mesmo período de 2018.

"Face ao período homólogo de 2018, a evolução do resultado consolidado (-52%) é muito influenciada por impactos positivos extraordinários registados em setembro de 2018 (mais 160 milhões de euros, essencialmente ganhos com a venda de participações) na atividade em Portugal e que não se repetiram em 2019", de acordo com o comunicado divulgado pelo banco, esta segunda-feira.

De acordo com a instituição liderada por Pablo Forero e totalmente detida pelo espanhol CaixaBank, o resultado deve-se também à "alteração da classificação contabilística do BFA [Banco de Fomento de Angola] no final de 2018, pelo que o resultado consolidado passa a partir de 2019 a refletir os dividendos do BFA atribuídos ao BPI quando anteriormente refletia a apropriação de resultados do BFA por equivalência patrimonial".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG