segurança social

Mais de 490 mil desempregados sem prestação em agosto

Mais de 490 mil desempregados sem prestação em agosto

O Estado português apenas atribuiu prestações de desemprego a 387 mil desempregados em agosto, deixando sem estes apoios mais de 490 mil desempregados, segundo dados divulgados, esta segunda-feira, pela Segurança Social.

De acordo com os últimos dados disponibilizados na página da Segurança Social, em agosto existiam 387047 beneficiários de prestações de desemprego, mais 3034 pessoas do que em julho (últimos dados disponíveis) e o equivalente a 44% do último número total de desempregados contabilizados pelo Eurostat.

Os últimos dados divulgados pelo Eurostat contabilizavam em julho deste ano um total de 878 mil desempregados, com a taxa de desemprego a situar-se nos 16,5%.

Os números da Segurança Social incluem o subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego inicial, subsídio social de desemprego subsequente e prolongamento do subsídio social de desemprego, prestações que atingiram em agosto o valor médio de 481,94 euros, face aos 501,54 euros observados um ano antes.

O Porto é o distrito com o número de beneficiários com prestações de desemprego mais elevado, tendo sido em agosto atribuídos subsídios a 85363 pessoas.

Segue-se o distrito de Lisboa, com 78856 desempregados a receber prestações de desemprego.

Os beneficiários do sexo masculino são em número superior (201722 pessoas), em relação aos do sexo feminino (185325).

O Eurostat divulga os dados referentes a agosto na terça-feira.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG