O Jogo ao Vivo

Mobilidade

Mercedes lança em Portugal comerciais elétricos

Mercedes lança em Portugal comerciais elétricos

A Mercedes acaba de lançar dois novos comerciais elétricos, o EQV e eVito Tourer, ambos com uma potência de 204 cavalos e capacidade para oito e nove passageiros respetivamente.

Tal como as versões a combustão Vito e Classe V, as propostas, apresentados na Soc.Com C. Santos, na Maia, têm semelhanças, mas a primeira em um caráter mais profissional e a segunda remete mais para o transporte de passageiros.

Os oito lugares do EQV permitem mais espaço a bordo, numa versão que tem um ambiente mais premium e engloba equipamentos como o assistente virtual MBUX (Mercedes-Benz User Experience), que interage oralmente com o utilizador, e o menu EQ (sub-marca de elétricos da Mercedes).

Dispõe, ainda, de ar condicionado independente na traseira, assistente de estacionamento, assistente de faixa de rodagem e, entre outros, informações de trânsito.

A eVito Tourer oferece, por seu lado, o aquecimento do banco do condutor e vários sistemas de assistência e de segurança, como o Active Brake Assist (travagem automática de emergência), Attention Assist (monitoriza o cansaço do condutor), as luzes de circulação automáticas ou o Cruise Control.

Autonomias até 358 km

PUB

Os dois veículos são de tração dianteira e têm uma potência que atinge até 150 kW (204 cv). A energia elétrica é armazenada numa bateria de iões de lítio na secção inferior do piso do veículo, cuja profundidade e posicionamento central tem benefícios práticos na estabilidade.

Os modelos estão disponíveis em duas variantes de carroçaria, com um comprimento Standard (5 140 mm) e Longo (5 370 mm). Nos dois casos, como as baterias estão sob o piso, o espaço é igual à das variantes com motor térmico.

A bateria tem uma capacidade de armazenamento útil de 90 kWh e permite, nas versões para o mercado português, uma autonomia elétrica combinada de 358 quilómetros na eVito Tourer e de 349 quilómetros no EQV, ambas com uma velocidade máxima de 140 km/h (160 km/h em opção). O consumo é de 27,9 kWh/100 km e de 28,6 kWh/100 km, respectivamente para eVito Tourer e EQV.

O carregamento é realizado através da tomada de carregamento CCS. Quanto a tempos de carregamento, com wallbox ou num posto de carregamento público (carregamento em corrente alternada, potência máxima de 11 kW) é inferior a 10 horas para carregar a 100%.

A tomada também permite carregar a eVito Tourer com corrente contínua (CC), pelo que o carregamento de 110 kW (disponível de série no EQV e em opção na eVito Tourer, sendo que os postos rápidos da rede pública portuguesa Mobi-E são, para já, de 50 kW), permite carregar a bateria de 10% até 80% em aproximadamente 45 minutos.

Num carregamento de 50 kW (a variante que é oferecida de série na eVito Tourer e que é a potência dos carregadores rápidas da Mobi-E), levar a carga da bateria de 10% até 80% demora 1h20m.

Os preços começam nos 78.608,50 euros do EQV 300 Standard e vão até aos 79.592,50 euros da versão longa. O eVito Tourer Standard custa 72 089,50 euros e a versão mais comprida 73.688,50 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG