Alemanha

Merkel pede à Europa austeridade e esforços durante mais cinco anos

Merkel pede à Europa austeridade e esforços durante mais cinco anos

A chanceler alemã, Angela Merker, defendeu, este sábado, a austeridade e pediu mais esforço aos parceiros europeus durante os próximos cinco anos para que a crise económica e monetária seja ultrapassada.

"Necessitamos de um grande esforço, de mais cinco anos", disse a líder democrata-cristã, durante o congresso regional da CDU em Sternberg, o Estado federado de Mecklemborgo, no norte da Alemanha.

"Precisamos de austeridade para convencer o mundo de que vale a pena investir na Europa", disse Angela Merkel.

A chanceler mostrou-se convencida que a zona euro ainda está longe de superar a crise e sublinhou a necessidade de "grandes reformas estruturais", que devem "conseguir resultados para recuperar a confiança dos investidores e impulsionar outra vez a economia europeia.

"Há muitos investidores que pensam que na Europa não cumprimos as nossas promessas" assinalou Merkel, que insistiu e instou os governos europeus a cumprirem de forma consequente as exigências em matéria de consolidação orçamental e redução da dívida.

A chanceler alemã visita Portugal no dia 12 de novembro.