Exclusivo

Milhares em risco de perder serviços essenciais

Milhares em risco de perder serviços essenciais

Deco alerta para o fim das moratórias e aconselha consumidores com contas em atraso a negociar plano de pagamentos com os operadores.

Termina esta quarta-feira a proibição do corte da eletricidade, da água e das telecomunicações para as famílias que, devido à quebra de rendimentos durante a pandemia, ficaram protegidas da suspensão dos serviços por falta de pagamento. Com o fim dos apoios, alerta a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), muitas famílias poderão não conseguir pagar contas e ficar sem os serviços essenciais. Até porque acaba, também, a suspensão da não renovação do contrato de arrendamento.

Estimando a existência de "milhares" de consumidores em incumprimento no que toca às faturas da luz, água e telecomunicações, a Deco aconselha as famílias "a tomar a iniciativa" e a procurar ajuda para "não chegarem a uma situação de privação dos serviços públicos essenciais", bem como a negociar plano de pagamentos com os operadores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG