Exclusivo

Milhares parados na indústria devido à escalada de preços das energias

Milhares parados na indústria devido à escalada de preços das energias

Aumentos no gás chegam a multiplicar por 12, a que se juntam a eletricidade, os combustíveis e as matérias-primas, que também escasseiam nalguns setores.

A escalada nos custos da energia está a obrigar as empresas a parar a produção, enviar milhares de trabalhadores para lay-off e perder contratos de exportação, vitais para a economia nacional. Os industriais queixam-se de que o gás subiu 10 a 12 vezes e as transportadoras somam milhões de euros de prejuízos. "Os sinais mostram que o colapso pode estar a chegar, a curto prazo, a muitas empresas", avisa Luís Miguel Ribeiro, presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP).

As indústrias transformadoras consomem um terço de toda a energia de que o país precisa anualmente. Além dos aumentos até 12 vezes na conta do gás, enfrentam "o peso do transporte, da logística, a que acrescenta a falta de matérias-primas", explica o presidente da AEP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG